Sofia recebe menção honrosa

terça-feira, 15 de setembro de 2009 as 19:50

As experiências de humanização apresentadas pelo Hospital Sofia Feldman no 2º Seminário Nacional de Humanização – “Trocando experiências. Aprimorando o SUS” foram reconhecidas com menção honrosa.

A Participação Comunitária no Cotidiano do Serviço de Saúde: reafirmando o direito da saúde como um direito de cidadania e Estratégias de Construção do Trabalhador da Saúde como cidadão-usuário no Sistema Único de Saúde foram as práticas apresentadas pelo Sofia no Seminário.

Realizado pela Secretaria de Atenção à Saúde, por meio da Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS (HumanizaSUS), o Seminário reuniu mais de mil gestores, trabalhadores e usuários do SUS de todo o país. Durante os três dias do encontro, mais de 100 convidados aqueceram 23 mesas de debate e 43 rodas de conversa.

Caracterizado como um espaço para apresentação das diferentes práticas de humanização e troca de experiências, o evento reuniu, sob a forma de pôsteres, cerca de 400 experiências em humanização. A escolha dessas experiências foi realizada de acordo com as orientações ético-políticas do HumanizaSUS: Acolhimento; Gestão participativa e co-gestão; Fomento de grupalidades, coletivos e redes; Clínica Ampliada; Valorização do trabalho e do trabalhador da saúde e Defesa dos direitos dos usuários.

A educadora física responsável por uma das estratégias de construção do trabalhador da saúde como cidadão-usuário no Sistema Único de Saúde – o Projeto Sofia Em Forma – Cristiana Almeida, trouxe das rodas que participou um desafio: o trabalhador da saúde não se cuida, se deixa adoecer e não procura a prevenção, então, como pensar em uma política nacional de Humanização para esse trabalhador? Cristiana ressaltou ainda que “mesmo o Hospital Sofia Feldman sendo modelo para a atenção à saúde do trabalhador não pode deixar de sensibilizar seus trabalhadores para a importância dos Projetos oferecidos a eles, como o Sofia Em Forma”.

Receber menção honrosa pela experiência A Participação Comunitária no Cotidiano do Serviço de Saúde “reafirma a importância da presença da comunidade no cotidiano da Instituição como um caminho para transformar o cuidado em saúde de forma a atender as necessidades dos usuários e também como uma possibilidade de garantir o acesso a uma assistência de qualidade por meio do controle social”, segundo Erika Dittz, referência técnica para o Projeto Amiga da Família.

Para os organizadores do 2º Seminário Nacional de Humanização “muito já foi feito para qualificar a atenção e gestão do SUS e esse intercâmbio de experiências proporcionado pelo Seminário vai contribuir – e muito! – no aprimoramento da saúde pública brasileira”.

Conheça as experiências em humanização do Hospital Sofia Feldman que receberam menção honrosa no Seminário: A Participação Comunitária no Cotidiano do Serviço de Saúde e Estratégias de Construção do Trabalhador da Saúde como cidadão-usuário no Sistema Único de Saúde.