Creche recebe livros do Caixa Estante

quarta-feira, 22 de maio de 2013 as 19:15

A Creche José de Souza Sobrinho do Hospital Sofia Feldman recebeu doação de 113 livros infantis e 61 adultos, do projeto Caixa-Estante, da Superintendência de Bibliotecas Públicas/Diretoria de Extensão e Ação Regionalizada/Secretaria de Estado da Cultura. É a 14ª instituição a receber os livros este ano. Entre as 13 instituições atendidas atualmente estão, além da Creche, dois centros socioeducativos, um centro de internação provisória e um centro de remanejamento do sistema prisional.

O objetivo do Caixa-Estante é criar demandas de leitura nas instituições atendidas, incentivando e apoiando-as na implantação de uma biblioteca própria. Durante um período aproximado de três anos, os livros permanecerão no local e serão promovidas ações de estímulo à leitura. Os livros são de literatura brasileira e estrangeira, adultos e infantis; os adultos serão encaminhados para a biblioteca da Casa da Gestante Zilda Arns do Sofia. Com as caixas de livros vieram, também, duas estantes com prateleiras.

“Eu não acredito em coincidência, mas em providência”. Com estas palavras, a coordenadora da creche, Luciana Paula de Oliveira, comemorou o feliz encontro entre Gildete Veloso, diretora de Extensão e Ação Regionalizada da Superintendência de Bibliotecas Públicas e Silvana Pereira Fonseca, amiga e voluntária da Creche. As duas moram nas imediações do Sofia e se encontraram por acaso em um salão de beleza, quando Gildete comentou sobre o projeto de doação de livros. Silvana decidiu fazer a ponte entre a Biblioteca Pública e o Hospital e viabilizou a doação.

Gildete explicou que há interesse em fazer um intercâmbio com a Creche, promovendo oficinas e encontros com escritores e levando as crianças até a Biblioteca, na Praça da Liberdade, para participarem de atividades.

“Para as mães, separamos livros de Rubem Alves, Luis Fernando Veríssimo, Nora Roberts, uma literatura mais leve”, informou Auri Maria Amaral, Coordenadora do Setor Caixa Estante. “Vi que na Casa da Gestante há livros mais antigos. Trouxemos alguns mais recentes”.

Luciana Oliveira disse que o projeto vem de encontro com o que a Creche acredita: “sempre trabalhamos literatura com as crianças. O projeto vai oferecer a elas a oportunidade de, através da leitura, do jeitinho deles, serem formados cidadãos. Plantamos esta semente agora e ninguém tira mais deles o hábito da leitura”. Ela se comprometeu a envolver as crianças, a equipe e a família com a leitura.  Mari Amaral completou: “é tudo o que a gente deseja”.

Os meninos ouviram interessados as histórias contadas por Viviane Pereira e Ana Luíza Lavigne: ´O Macaquinho´, de Ronaldo Simões Coelho, ´Maria Vai com as Outras´, de Silvia Orthof , ´Elefante´, de Ruth Rocha e algumas poesias, declamadas entre toques de percussão de Jane Mendes. A trabalhadora, Suely Silva Só, secretaria da Neonatologia, estava com Thaís Emanuelle lendo um dos livros e garante que a filha adorou: “esta biblioteca vai ser um benefício muito grande para as crianças. Nós, pais, vivemos incentivando-os a ler, pois a leitura é tudo na vida. Thaís adorou. Ela sempre se interessou pela leitura e adora ouvir histórias. Os livros também têm figuras e cores, o que chama muito a atenção da criança. Elas gostam e se desenvolvem mais. Uma contadora de histórias leu alguns livros, foi muito rico. Acredito que desenvolve melhor a fala”.

Instituições interessadas em requerer este benefício, basta preencher o formulário que está no site www.cultura.mg.gov.br e encaminhá-lo para o e-mail dear.sub@cultura.mg.gov.br , aos cuidados do serviço de caixa-estante.