Sofia e UNA, juntos na formação de enfermeiros obstetras

quinta-feira, 6 de junho de 2013 as 20:46

“É um prazer imenso realizar esta parceria com o Sofia, um hospital reconhecido nacionalmente! Será uma jornada acadêmica intensa que, ao final, irá culminar na melhoria do nosso país, do SUS. Estamos abertos a construir um curso que atenda às necessidades da comunidade, de todos”. Com estas palavras, o coordenador Geral da Especialização Lato Sensu do Centro Universitário UNA, Danilo Costa, deu as boas-vindas aos enfermeiros do Curso de Especialização em Enfermagem Obstétrica/CEEO, na modalidade Residência, com 19 alunos e duração de dois anos. Os alunos terão 60 horas semanais de aula, sendo 48 práticas e 12 teóricas.

A mesa de abertura foi composta por José Moreira Sobrinho, presidente da Fundação de Assistência Integral à Saúde/FAIS,  Dr. Ivo de Oliveira Lopes, diretor administrativo do Hospital Sofia Feldman, Dra. Lélia Madeira, Coordenadora da Linha de Ensino e Pesquisa/LEP, Ana Paula Vallerine, responsável técnica da Enfermagem, Danúbia  Jardim, da Comissão Coordenadora do Curso e Danilo Costa, do Centro Universitário UNA.

Sr. José Moreira Sobrinho comemorou: “hoje é um dia de festa, toda vez que iniciamos um curso é mais um passo a frente. A presença dos alunos aqui é ver o hospital vivo”. Dr. Ivo Lopes agradeceu a todos os companheiros “de luta 24 horas: esperamos por um SUS melhor. Esta construção não acaba nunca”. A coordenadora da pós-graduação, Danúbia Jardim, afirmou aos alunos: “enfrentaremos os desafios juntos, pela construção de uma assistência de qualidade e pela mudança do atual modelo de cuidado obstétrico”. Ana Paula Vallerine, referência técnica da enfermagem completou: ” estarei junto com vocês nestes dois anos, teremos muito trabalho”.

Lélia Madeira disse que o Sofia é uma instituição que está continuamente em desenvolvimento. “Lembrei  das palavras do Dr. David Capistrano da Costa Filho, querido e saudoso sanitarista, ao nos visitar em 1999 com a proposta de criação do Centro de Parto Normal: ‘aqui é o celeiro para a formação de profissionais necessários a mudança do modelo assistencial ao parto e nascimento que tanto precisamos neste país’. É isto que temos feito ao longo dos anos”.

Hospital escola

Representantes da comunidade participaram da abertura do curso: o conselheiro honorário Romeu Pires de Araújo, Baltazar Ezequiel, presidente do Conselho Local de Saúde e Jorge Nolasco, da Associação Comunitária de Amigos e Usuários do Hospital Sofia Feldman – ACAU/HSF. Baltazar parabenizou a todos os envolvidos: “precisando do Conselho, estamos aqui. Ao promover cursos como este, o Hospital reafirma a importância do cuidado humanizado na assistência ao usuário de saúde. E que venham muitos  outros”. Para Jorge Nolasco “a formação vai valorizar a instituição e a atuação do controle social, não só no Sofia, como no país”. Afirmou: “ser hospital escola hoje é realidade”.

Dimensões do Cuidado

A palestra de abertura foi ministrada por Dr. Luiz Carlos de Oliveira Cecílio, doutor em saúde coletiva, coordenador do Laboratório de Inovação em Gestão Hospitalar da OPAS/OMS e professor adjunto da Escola de Medicina da UNIFESP e desenvolveu o tema, “As múltiplas dimensões da gestão do cuidado e as necessidades de saúde”. Explicou: “o cuidado tem muitas dimensões. O centro é a dimensão individual, onde cada um de nós atua na relação com o outro, partindo da lógica do cuidar de si. Não há quem cuida de si sozinho. Quando envelhecemos e ao nascer, a dimensão familiar se apresenta com maior potência na produção do cuidado. A dimensão profissional é a capacidade técnica, a capacidade de mobilizar o saber para o trabalho. A especialização contribui para a relação entre duas dimensões, a profissional e a individual do cuidado”.

“A Dimensão Sistêmica é a regulação estratégica da produção do cuidado pelos gestores municipal, estadual e federal. A Societária – a mais ampla e geral – é como cada sociedade civil organizada trabalha as políticas econômicas, sociais e de saúde. Segundo o professor, “a característica mais marcante do Sofia tem sido a dimensão organizacional ser realizada de maneira caprichada”. E finalizou: o Sofia é a instituição que cuida melhor das pessoas. Seu desafio é continuar construindo um projeto ético institucional, respeitando as diversas necessidades de saúde. Sugiro este, como o tema central da residência”.

A Aula Inaugural aconteceu no auditório do Centro de Capacitação do Hospital Sofia Feldman na última quarta-feira, 5 de junho.