Sofia participa do Festival do Japão

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019 as 13:58

A parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA leva mais uma vez o Sofia para o Festival do Japão, que chega à Belo Horizonte dia 22 de fevereiro. As profissionais de enfermagem que participaram de cursos de gestão à capacitação da saúde materno infantil no Japão e integram a Associação de Cooperação em Ciência e Tecnologia Brasil/Japão – ACCTBJ, uma das realizadoras do Festival, irão compor o estande do Sofia. O espaço terá uma exposição de fotos das atividades realizadas pelas ex-bolsistas, além de vídeos e o acolhimento às mulheres e famílias que visitarem o espaço.

A enfermeira neonatóloga, Cynthia Romano, voltou da experiência no Japão certa de que é a partir da formação que se terá profissionais dedicados a oferecer uma assistência qualificada. “Quem nós estamos formando? Podemos oferecer um trabalho de mais qualidade”. Para Lélia Maria Madeira, coordenadora da Linha de Ensino e Pesquisa, a parceria agrega conhecimento e fortalece o trabalho das enfermeiras obstetras e neonatólogas. “Elas chegam com uma visão ampliada da assistência. Ao vir do Japão, elas reconhecem que nós estamos no caminho certo”.

Bons Frutos

As experiências de cooperação do Japão e Brasil tiveram início simultaneamente com os avanços da humanização da atenção ao parto e nascimento no país e na criação de um modelo de assistência mais qualificado e respeitoso. Desde 2010, as agências de cooperação técnica em parceria com o Sofia vêm capacitando, por meio do Curso Internacional de Assistência Humanizada à Mulher e ao Recém-nascido, gestores e profissionais da saúde da América Latina e dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. A JICA apoiou também a internacionalização das boas práticas do Sofia com a participação na formação de profissionais de outros países como Madagascar e Camboja.

Para o presidente da FAIS, Sr. José Moreira Sobrinho, os objetivos da JICA estão intrinsecamente ligados aos objetivos do Sofia; de colaboração e solidariedade. “Viemos da Sociedade São Vicente de Paulo, cuja missão é a cooperação e a ajuda ao próximo. O Sofia continua com esse mesmo objetivo”.

O diretor técnico e administrativo Ivo Lopes afirma que, para a instituição, a parceria pode trazer crescimento. “Quando as bolsistas voltam, apresentam os resultados, o que viram, o que aprenderam e o que podem aplicar aqui. A gestão tem obrigação de apoiá-las”.

O evento busca aproximar o público mineiro da cultura japonesa, trazendo diversos grupos nacionais e locais, com apresentações gratuitas ao longo de toda a programação.

Para saber outras informações, acesse o site www.festivaldojapaominas.com.br/site/