Casa da Gestante

A Casa da Gestante Zilda Arns é uma unidade de cuidado vinculada ao Hospital Sofia Feldman destinada ao acolhimento e acompanhamento de gestantes que apresentam agravos na gravidez.  Em geral, tais mulheres, embora necessitem de atenção em serviços de saúde de maiores complexidades, não exigem vigilância tão constante em um ambiente hospitalar. Ao mesmo tempo, pela natureza do problema apresentado e distância de suas moradias, não podem retornar aos domicílios naquele momento. Quando esses problemas são identificados na gestação, em um momento que não há necessidade para interrupção imediata, de acordo com os protocolos para esse tipo de assistência, muitas gestantes são transferidas para o Hospital.

A Casa da Gestante Zilda Arns é uma unidade de cuidado vinculada ao Hospital Sofia Feldman, destinada ao acolhimento e acompanhamento de gestantes que apresentam agravos na gravidez.  Em geral, as gestantes que ficam na casa necessitam de uma atenção de um serviço de saúde mas que não exige uma vigilância tão constante como a de um ambiente hospitalar. Ao mesmo tempo, pela natureza do problema apresentado e distância de suas moradias, não podem retornar aos domicílios naquele momento. Quando esses problemas são identificados na gestação, em um momento que não há necessidade para interrupção imediata da gravidez, essas mulheres podem permanecer na Casa da Gestante. Dessa forma também, otimizando os leitos hospitalares.

A Casa oferece, desde outubro de 2007, a essas mulheres condições de permanência, alimentação e acompanhamento pela equipe multiprofissional de referência, composta por enfermeira obstétrica, médico obstetra e técnico de enfermagem, podendo, ainda, contar com o apoio da psicologia, da terapia ocupacional, do serviço social, educadora física e nutricionista.

Com capacidade para receber 24 gestantes, já atendeu 8962 mulheres de 350 municípios mineiros. A assistência oferecida às mulheres na Casa tem o intuito de oferecer melhoria da qualidade da assistência à gestante em situação de risco no estado de Minas Gerais, sendo que 50% das mulheres que permanecem na casa são de cidades do interior de Minas Gerais, 25% da região metropolitana e 25% de Belo Horizonte.

Dentre os principais diagnósticos mais comuns de internação na Casa estão, a RPMPT (ruptura prematura da bolsa de agua em fetos ainda prematuros), pré eclâmpsia (pressão alta na gestação), Diabetes com mau controle, risco de parto prematuro, fetos com CIUR (crescimento restrito do feto), oligodrâmnio (volume de líquido amniótico diminuído), sangramentos na gestação, dentre outros.

A Casa da Gestante Zilda Arns é uma iniciativa pioneira no Brasil e inspirou o Ministério da Saúde na criação da Casa da Gestante, Puérpera e Bebê, do programa Rede Cegonha e ganhou em 2012, premiação da Organização Pan- Americana de Saúde/ Organização Mundial de Saúde (OPAS/OMS) no Concurso de Boas Práticas em Maternidade Segura. Foi considerada a terceira melhor iniciativa institucional das Américas para redução da mortalidade materna.